Conheça moradores de Alphaville que mudaram a vida depois que começaram a pedalar

Já andou de bike em Alphaville? Confira as histórias de cinco pessoas que começaram a pedalar e tiveram suas vidas transformadas

Pode até parecer contraditório, mas pessoas que se deslocam para o trabalho usando bicicleta como meio de transporte, mesmo em grandes cidades com nível de poluição elevado, têm de duas a três vezes menos exposição a poluentes do que as pessoas que usam carro ou transporte público. Foi o que revelou um estudo feito por um pesquisador da Universidade de São Paulo em colaboração com a University of Cambridge e do Imperial College London, no Reino Unido; University of Zurich, na Suíça; University of Edinburgh, na Escócia; e Center for Research in Environmental Epidemiology, na Espanha.

Isso porque, é claro, o tempo que essa parcela da população fica exposta é muito menor do que quem usa os meios “tradicionais”. “Para São Paulo, por exemplo, os malefícios da exposição à poluição do ar vão começar a superar os benefícios da atividade física após muitas horas. No caso da bicicleta, depois de dez, doze horas”, explicou o autor do estudo Thiago Hérick de Sá.

Essa poderia ser apenas mais uma das comprovações científicas de que a “era” das bikes veio para ficar. O mais legal, no entanto, é saber que há outras histórias de pessoas por aí cujos benefícios da bicicleta vão muito além. Reunimos aqui alguns relatos de personagens do nosso bairro que tiveram a vida transformada pela magrela. Confira!

Percy Blanco, 70 anos, anda de bike há 61 anos

“Em 1956 ganhei minha primeira bicicleta – usada e feminina. Desde então não larguei mais. Antigamente, usava como meio de transporte. Hoje, com setenta anos, pedalo cerca de 150 quilômetros por semana, perdi doze quilos e mantenho minha saúde em dia. O próximo passo é correr na L’Étape Brasil com minha nova bicicleta – uma speed. São poucos os amigos da minha idade que compartilham os momentos do esporte comigo. A maioria é bem mais jovem, mas me dou bem com a galera.”

Fernanda Prieto, 40 Anos, anda de bike há 7 anos

“Comecei a pedalar de vez em quando para controlar meu peso. Com o tempo, minha saúde e qualidade de vida melhoraram, além de estar mais calma e atenta. Então, resolvi deixar meu trabalho e me dedicar exclusivamente ao esporte. Hoje sou atleta profissional do ciclismo na elite brasileira, já ganhei títulos como primeiro lugar na categoria Meu Primeiro Meio Iron Man. Levo o esporte como estilo de vida, é como se fosse o meu antiestresse. Conheci lugares incríveis com minha bike.”

Sandro Sabag, 47 anos, anda de bike há 4 anos

“Sou portador de esclerose múltipla, uma doença autoimune que afeta o cérebro, nervos ópticos e a medula espinhal. Até o momento é uma doença sem cura e, para ocupar minha cabeça com outras coisas, comecei a pedalar. E, desde então, tudo mudou, dos meus hábitos alimentares até o comportamento social. Parei de classificar a bike como brinquedo e diversão e a incluí na lista ‘saúde e transporte’. Minha meta de vida mesmo é pedalar sempre e manter a qualidade de vida até o fim.”

Eduardo Lage, 33 anos, anda de bike há 23 anos

“Há cerca de três anos, troquei, por opção, meu carro particular pela bike. Com isso, além de disposição para trabalhar, ganhei benefícios na parte financeira, física e emocional. Desenvolvi projetos de mobilidade urbana e meio ambiente e criei a CO.bike, empresa que incentiva o uso de transportes ativos em São Paulo. Implantar vestiários compartilhados pela cidade e grupos de passeio são algumas das ações feitas. O próximo passo é expandir os projetos para Alphaville e região.”

André Bucater, 34 anos, anda de bike desde criança

“Sou apaixonado pelo ciclismo e pelo meio ambiente. Em 2011 vendi meu carro e passei a usar apenas a bicicleta como meio de transporte. Sempre tive o sonho de empreender em algo sustentável. Então, em junho de 2016 lançamos a Bembike Courier, uma empresa ecologicamente correta, especializada em entregas rápidas e outros serviços externos,  como pagamentos em banco e delivery. Tudo é 100% realizado por bicicletas, contribuindo para o desenvolvimento do nosso planeta.” 

Compartilhe
Leia mais de Gabriella Butieri

12 programas infantis para curtir as férias de julho em Alphaville e região

As férias escolares chegaram e a criançada não quer ficar parada. Por...
Read More

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *