Ilhas Baleares: Menorca, Mallorca e Formentera

Nossos colunistas Sarah e Renato chegaram às ilhas da Espanha. É ou não é um lugar dos sonhos?

Ilha Macarella, na Espanha

Começamos nossa viagem nas Baleares em Menorca, paramos na cidade principal chamada Mahon. A cidade é uma graça e para tornar as coisas mais especiais, havia uma regatta de barcos clássicos acontecendo durante os dias que estivemos por lá, vimos umas embarcações maravilhosas. Depois de alguns dias passeando por Mahon fomos visitar algumas baías na parte sul da ilha chamada Macarella e Macarelleta. Fora algumas águas vivas, o lugar é demais.

Nossa segunda parada foi em outra baía linda e calma no sul da ilha chamada Calla Gaudana. Depois de Menorca velejamos até Mallorca. Aqui também achamos uma baía muito boa e calma para ancorar chamada Es Tresc. A única coisa ruim foi que no dia 31 de Agosto o Verão Europeu resolveu acabar oficialmente e o tempo foi de um dia para outro de calorão para “calorzinho” de outono. A única coisa boa foi que com isso entraram algumas ondas e eu e o Feijão conseguimos ir surfar de SUP.

Sarah e Feijão

Nossa segunda parada foi em outra baía linda e calma no sul da ilha chamada Calla Gaudana. Depois de Menorca velejamos até Mallorca. Aqui também achamos uma baía muito boa e calma para ancorar chamada Es Tresc. A única coisa ruim foi que no dia 31 de Agosto o Verão Europeu resolveu acabar oficialmente e o tempo foi de um dia para outro de calorão para “calorzinho” de outono. A única coisa boa foi que com isso entraram algumas ondas e eu e o Feijão conseguimos ir surfar de SUP. Depois de Mallorca fomos rumo ao Oeste em direção a Formentera.

Renato surfando com o Feijão

Formentera é uma ilha bem perto de Ibiza, cheia de Italianos e meio que um “detox” de Ibiza. Os visitantes são do gênero daqueles que vão passar o carnaval em Salvador e depois vão descansar uns dias em Morro de São Paulo…. Formentera me lembra muito de Arraial do Cabo, perto de Búzios, tem praias lindas, umas montanhas altas e a água é calma e azul cristalina, a única diferença é que aqui a água é mais quentinha e o pessoal mais “posh”.

Só se consegue acessar a ilha de barco, vindo de Formentera, isso tem ajudado a preservar esse paraíso e manter a tranquilidade. A ilha conta com inúmeras praias de areias brancas e águas cristalinas. A transparência da água  por aqui é quase que única em todo o Mediterrâneo. É possível percorrer a ilha de bicicleta e achar praias mais movimentadas como Llevant ou mais tranquilas como Es Caló.

O porto La Sabina onde os barcos chegam é bem simpático, rodeado de restaurantes, bares e regularmente uma ferinha ao ar livre que vende desde artesanatos até roupas e acessórios incríveis. Formentera é reconhecida desde os anos 70 como um atrativo chamariz para artistas e artesões, tornando famoso e seu design de roupas, acessórios e jóias.

Es Cavall é a praia mais próxima do porto, é tranquila, de fácil acesso e daqui você tem vista para os veleiros e outros barcos ancorados em frente.

Durante o tempo em que ficamos na ilha estivemos a maior parte ancorados, mas resolvemos passar uns dois dias na marina para reabastecer o barco. E adivinha? O Feijão achou um amor proibido no barco ao lado, o nome dela era Fifi. Ele tentou impressionar ela com suas manobras radicais no skate, mas o coitado não conseguiu nada, apenas uma abanada de rabo da Fifi que depois saiu correndo.

Em Formentera infelizmente é proibido decolar e pousar kite na praia, mas se você estiver em um barco pode faze-lo do barco sem problemas. Tivemos sorte com o tempo e aproveitamos bastante.

Agora estamos aqui esperando um vento que nos leve até o continente espanhol, estivemos andando de ilha em ilha esses últimos tempos, vai ser legal começar a velejar costeando por um tempo.


 

Renato Matiolli e Sarah Moreira são donos do barco Sail Ipanema. O casal – e seu cachorro – decidiu largar tudo e viver num barco.

Compartilhe
Leia mais de Renato Matiolli e Sarah Moreira

Velejando pela Dalmácia

Já ouviu falar nas Ilhas Dálmatas? Foi lá que começou a aventura...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *