Onde encontrar o vestido perfeito para debutantes em Alphaville

Muitos vestidos para debutantes em Alphaville já passaram pelas mãos da estilista do bairro Tetela Whitaker. Saiba mais! #Publipost

Crédito das fotos: Johm Edgard (@john.edgard), Fernanda Luna (@lunastic) e Geraldo Viannini

Você sabia que as festas de debutantes estão voltando com tudo? O mais legal é que hoje é possível misturar as tradições como troca de sapato e a valsa, com a atualidade, onde as festas têm temas e danças coreografadas ao som de hip hop, jazz e outros ritmos.

Agora, sabe o que não sai de moda nunca? Um vestido dos sonhos. Comemorar os 15 anos é uma realização para muitas meninas – e o vestido tem uma grande importância nisso tudo. Por isso, que há quase seis anos em Alphaville, o Atelie Tetela Whitaker trata de traduzir o desejo das clientes em peças que façam sentido para elas. “Nós sempre recomendamos, principalmente para aniversariante, que ela faça tudo o que tiver vontade, e que não tenham vergonha ou medo de falar o que sentem. Se a vontade da debutante é vestir a aurora boreal, é isso que vamos traduzir no vestido. O importante é que tenha a cara dela, por que só assim ela vai se sentir linda”, conta a estilista Tetela.

Por que fazer o seu próprio vestido de 15 anos?

As vantagens de ter um vestido sob medida são muitas. “A cliente pode imprimir sua identidade e expressar tudo aquilo que sempre sonhou, explorando cores, texturas e brilhos. Sem contar que o vestido cai como uma luva, valorizando o que cada menina tem de mais belo”, diz. 

Outro ponto forte de optar por uma peça exclusiva é que o vestido pode estar de acordo com o tema escolhido para a festa e até dentro das tendências: segundo Tetela, a delicadeza das fadas e das princesas está em alta, e o orgânico da natureza também segue firme. 

 Ainda hoje é comum as debutantes trocarem de vestidos até três vezes: 1 vestido para a recepção, 1 para a valsa e outro para a balada. Outra alternativa é fazer dois vestidos em um, com uma saia removível, transformando-o em um tubinho.  “Os vestidos para a recepção geralmente são com menos volume, podem ter brilho e acompanharem as cores do tema. Já o vestido da valsa tem bastante volume, saia com camadas de tule e brilho, mas, claro, tudo depende do estilo de cada debutante. Por fim, os vestidos da balada são em sua grande maioria curtinhos, podendo ser saia e cropped, ou até mesmo um tubinho usado na valsa, mas sem o saião de cima”, explica. 

Gostou? no Ateliê, a maioria das criações são feitas na moulage, no próprio corpo da cliente. Mas também são especialistas em em repaginar e customizar um vestido já utilizado – saiba mais aqui. 

Abaixo, confira alguns vídeos da festa de Mariana Magaldi, que aconteceu no dia 8 de junho. O vestido da debutante, da mãe e das 15 amigas são assinados pela Tetela. Créditos do vídeo: @JPLAYFILMS




Compartilhe
Escrito por
Leia mais de vero

4 motivos para sua empresa estar entre as melhores da região

Inscreva-se e participe gratuitamente da pesquisa que escolhe as melhores empresas da...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *