Prefeitura de Barueri nega parque como ‘piscinão de Ramos’ no município

O projeto de R$ 49,8 milhões teria 170 mil m², com um piscinão para até 50 mil banhistas por dia e um museu da água

Projeto foi realizado pelo Atelier O’Reilly, mesma empresa que projetou o piscinão de Ramos

A prefeitura negou hoje a notícia divulgada pelo Estadão e outras mídias, de que Barueri planejava criar um parque balneário como o piscinão de Ramos, do Rio de Janeiro. Depois da repercussão do público ontem – em sua grande maioria negativa  – a prefeitura da cidade soltou uma nota de esclarecimento informando que o projeto do parque foi apresentado à prefeitura e descartado em função do alto custo. “Os planos do governo municipal para a área, que terá tratamento de água, é transformá-la em centro de preservação ambiental, com opções de lazer, como os demais parques já existentes no município, com atividades voltadas à educação ambiental”, diz a nota.

Já o projeto do balneário, que foi criado pela mesma empresa que projetou o piscinão de Ramos, teria 170 mil m², com uma praia artificial para até 50 mil banhistas por dia e um museu da água. O local seria abastecido pelo Córrego Cachoeira, afluente do Rio Tietê, que hoje está contaminado, mas futuramente despoluído.

Segundo a reportagem do jornal, o custo seria de R$ 49,8 milhões: “a prefeitura afirma ter recursos suficientes para tocar o projeto sozinha, mas vai procurar parceiros privados e públicos, como a Companhia de Saneamento Básico do Estado (Sabesp), que trata a água e coleta o esgoto no município”, diz um trecho da matéria.

A área destinada ao projeto fica no bairro Chácaras Marco – que foi cedida à Barueri pela Empresa Metropolitana de Águas e Energia (Emae) quando o Governo do Estado transferiu a gestão do Parque Ecológico do Tietê à Prefeitura de Barueri.

Compartilhe
Escrito por
Leia mais de Gabriela Ribeiro

Novos medidores de glicose chegam à UBS de Alphaville

Distribuição do aparelho está sendo feita para pacientes que usam insulina ou...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *