Renata Nunes: “O Google escuta suas conversas e transforma em anúncios?”

De acordo com o Google, algumas conversas são armazenadas pela empresa como um recurso de melhoria do reconhecimento de idioma

Você já sentiu como se seu celular estivesse escutando e gravando todas as suas conversas?

Você está em casa conversando com os amigos sobre uma cidade para onde pretende viajar no próximo feriado.

Em seguida, ao navegar na internet, começa a perceber uma incrível coincidência: anúncios e ofertas sobre sua tão sonhada viagem que não param de persegui-lo – confira aqui uma lista com 5 tendências do marketing digital em 2018.

Coincidência? Não.

De acordo com o Google, algumas conversas são armazenadas pela empresa como um recurso de melhoria do reconhecimento de idioma. Ou seja, a gravação de suas falas serve para os usuários do Google Translate ouvirem “melhor” as traduções.

Quer checar quais conversas e áudios o Google gravou?

Clique aqui para acessar a página “Atividade de voz e áudio” e descobrir se você autorizou que o Google armazenasse suas conversas.

Na página é possível deletar arquivos de áudio passados e até bloquear futuras gravações.

Além de a empresa Google ser a grande responsável por parte dos anúncios contextuais de conversas em áudio, existe outra possibilidade, mas que a maioria das empresas nega constantemente: uma técnica chamada “snoop” (bisbilhotar, em inglês), que vem sendo usada por empresas de tecnologia para monitorar as atividades feitas no celular e até mesmo acessar o microfone e gravar o som ambiente de forma remota.

Os sites de buscas e as redes sociais mais populares garantem que não usam qualquer tipo de ferramenta de “snoop”. No entanto, é comum que aplicativos tragam a tecnologia embutida, e ela é facilmente despercebida pela maioria dos usuários, principalmente na hora de ler o “contrato” ou de aceitar as permissões dos programas – quais configurações podem acessar ou não no aparelho. Como o comportamento mais comum é não lermos o contrato ao instalar um novo aplicativo, não sabemos que talvez estejamos liberando o acesso ao microfone do aparelho e sendo espionados.

Pode ser através do Google, ou algum outro aplicativo que estão capturando suas conversas em áudio.

É importante lembrar que, mesmo com o consentimento dos usuários, essa prática é considerada ilegal, pois, além de capturar informações que podem ser utilizadas para anúncios, essas empresas podem também acessar informações sigilosas, como senhas de bancos.

Portanto, quando receber anúncios sobre tópicos que você nunca pesquisou antes, agora já sabe: pode ser por meio do Google, ou algum outro aplicativo que está capturando suas conversas em áudio. Fique atento às configurações e permissões dos aplicativos instalados em seu celular. 


Gostou? Leia mais artigos de Renata Nunes aqui! 

Compartilhe
Escrito por
Leia mais de Renata Nunes

Renata Nunes: “Os anúncios te perseguem na internet?”

Não, você não está sendo “invadido”, isso se chama Remarketing! Aprenda como...
Read More

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *