4 paredes muito legais pintadas à mão em Alphaville e região

Porque arte sempre merece destaque: reunimos aqui quatro intervenções feitas em Alphaville e região

1. Painel no Restaurante Maria João

mural maria joao

Com tinta acrílica, o casal Marcelo Porpecelli e Renata Coura somou cerca de 36 horas de trabalho para pintar a parede de 16 metros quadrados no Restaurante Maria João. “Eu sou publicitário e ela artista plástica. Começamos a fazer trabalhos em chalk e pintura há pouco mais de um ano para os cenários do programa “Flores à Mesa”, que a Renata apresentava no Youtube. Nossos amigos viram e começaram a nos indicar. Este mural no Maria João foi o mais ambicioso que já fizemos”, conta Marcelo – morador de Alphaville há mais de 20 anos. @porpecellipaper

2. Mural na Castelo Branco

kobra

O artista Eduardo Kobra, dono de obras estampadas em grandes prédios e muros em várias cidades do mundo, fez com sua equipe o maior painel grafitado do mundo – 5.742,11 metros quadrados, na fachada da fábrica da Cacau Show, próximo ao km 35 da rodovia Castelo Branco, sentido interior. “Este foi o nosso trabalho mais complexo e teve como base histórias reais. Explorei o tema, entendi melhor como é feito o trabalho com o cacau e quem são os trabalhadores”, explica o artista. @kobrastreetart

3. Grafite no muro de uma casa 

agridoce2

Esse muro no Burle Marx foi grafitado pela moradora de Alphaville Giulia Carrara Nakayama, de 23 anos. Ela levou duas horinhas para fazer essa intervenção de quatro metros. “Desenho desde sempre, mas comecei a grafitar em fevereiro deste ano. Faço sempre personagens mulheres, porque o mundo do grafite é predominantemente masculino e machista, então, quis ir contra essa maré”, conta ela, que também é designer da VERO, ilustradora, serigrafista e cola lambe-lambes autorais pelos muros da cidade. @agridoce.arte

4. 600 metros em Barueri

Cetas 1

O muro do Centro de Triagem de Animais Silvestres, o Cetas de Barueri, foi grafitado em maio deste ano por 45 jovens da ONG SAF (Associação de Apoio à Família) e do serviço de Liberdade Assistida, sob a supervisão do instrutor de grafite Jamil Santos. O trabalho levou um mês e meio para ser concluído. “Foi um trabalho muito bonito de se fazer.  Nossa arte mostra, de uma forma muito colorida, a grande quantidade de animais que o órgão recupera. Foram 600 metros quadrados de uma obra que nos deixou muito feliz”, conta Jamil. 

Compartilhe
Leia mais de Gabriela Ribeiro

Mês das crianças: atrações em Alphaville e região para aproveitar com os pequenos

Para a criançada aproveitar ao máximo esses dias, reunimos as atrações que...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *