6 dicas de português por Suely Marassi

Nossa leitora é professora de comunicação oral e escrita e suas dicas são valiosas. Dê uma olhadinha!

Toy block alphabet letters wooden child spelling
Toy block alphabet letters wooden child spelling

1. Podem mudar / pode mudar

Errado: A realidade dos profissionais podem mudar.
Certo: A realidade dos profissionais pode mudar.

Regra – a palavra próxima ao verbo não influi na concordância. A concordância se faz sempre com o sujeito da oração, nesse caso, “a realidade”. Ex.: A troca de agressões entre os políticos foi punida. ( e não “foram punidas”).

2. Comunicado / informado

Errado: O corretor de seguros já foi comunicado da decisão.
Certo:  O corretor de seguros já foi informado da decisão.

Regra – Uma decisão é comunicada, mas ninguém “é comunicado” de algo.   

3. Dar entrada junto ao / dar entrada no

Errado: A advogada vai dar entrada do documento junto ao STF.
Certo:  A advogada vai dar entrada do documento no STF.

Regra –  Processo, documento e outros, dão entrada “no” e não “junto a, junto ao”. Ex.: O prestígio do jornal cresceu muito entre os leitores. (e não junto aos leitores). 

4. Chego / chegado

Errado: A corretora de seguros tinha chego atrasada à reunião.
Certo:  A corretora de seguros tinha chegado atrasada à reunião.

Regra – O verbo chegar possui apenas um particípio: chegado. “Chego” é uma forma inexistente, portanto, em desacordo com a norma culta e formal da nossa língua.

5. Há muito tempo / havia muito tempo

Errado: O corretor de seguros estava ali há muito tempo.
Certo: O corretor de seguros estava ali havia muito tempo.

Regra –  O verbo haver (havia) concorda com “estava”( pretérito imperfeito). A forma “havia” é utilizada quando o verbo está no tempo imperfeito e no mais-que-perfeito do modo indicativo. Ex.: A estudante estava aguardando atendimento havia (fazia) muito tempo. Ele doara sangue ao filho havia (fazia) poucos meses.

6. Esperavam-o / esperavam-no

Errado: Os gerentes esperavam-o para uma reunião.
Certo:   Os gerentes esperavam-no para uma reunião.

Regra – quando o verbo termina em “m”, “ao” ou “õe”, os pronomes (o, a, os e as) tomam a forma no, na, nos e nas. Ex.: As pessoas esperavam-no. Eles dão-nos muitos presentes. A vida impõe-nos alguns desafios.

 

 

Suely Marassi de Aguiar é professora de Comunicação Oral e Escrita em empresas brasileiras.

Compartilhe
Escrito por
Leia mais de vero

Barueri e McDonald’s assinam protocolo de intenções em prol do meio ambiente

A partir de junho todos os resíduos recicláveis do McDonalds serão doados...
Read More

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *