A aventura começou: partimos de Alphaville e a primeira parada foi Londrina

No Paraná, passamos quatro dias. Os moradores de Londrina tem Londres como inspiração, portanto são cordiais, pontuais, tradicionais e bem certinhos.

land rover laranja

Todos os documentos em mãos, vacinas tomadas, revisão mecânica realizada com sucessos, armários de casa vazios, tudo encaixotado, carro lotado, funções nas empresas delegadas, nossa Bull Terrie de 14 anos passando férias na praia, na casa de uma grande amiga veterinária. Enfim, tudo certo para finalmente colocamos o pé na estrada.

E embaixo de chuva, despedidas e lágrimas finalmente a nossa viagem começou em 30 de setembro de 2017.

Primeiro destino: Paraná

Feitos os primeiros 500 km, paramos em Londrina – que é metade do caminho para Foz do Iguaçu. Lá tivemos um lugar seguro para passar pelas dificuldades iniciais de um projeto como esse. A chuva, por exemplo, e ainda o cansaço de uma fase de planejamento que durou 6 meses e teve muita intensidade.

Marcela Ananda e Alexandre Barroso, nossos amigos e anfitriões, dão um show sobre qualidade de vida. Ambos já enfrentaram sérias doenças e ao se encontrarem já nos seus 50 e 60 anos têm pressa em viver bem. Acreditam que a alegria cura e buscam uma vida próxima a natureza. Eles desenvolveram um jantar chamado “Riso ao Risotto” e recebem pessoas para jantar e bater um papo em sua casa em São Roque e também em Londrina.
No sítio do casal tivemos contato com a terra e alimentos frescos. Além de compartilharmos refeições maravilhosas feitas no fogão a lenha. Os dois cozinham muito bem e sabem receber pessoas com muito carinho. Foram como pais e conselheiros para nós em quatro dias que passamos juntos.

Lá também colhemos amora, visitamos a horta, tivemos contato com ovos orgânicos, galinhas e muito mais. Confira aqui a receita de bolo de limão com geleia de amora colhidas no sítio.

Os moradores de Londrina tem Londres como inspiração, portanto são cordiais, pontuais, tradicionais e bem certinhos. Se você for passar alguns dias por lá, algumas dicas para não se passar por mal educado são: não chame o garçom por grande, brother ou mestre, pois em Londrina isso não é educado. Aperte o botãozinho localizado na sua mesa e aguarde ser atendido. No trânsito, se você sabe que na próxima rua vai virar a direita, se posicione na faixa da direita para fazer a conversão, mesmo que as outras faixas estejam completamente livres e essa cheia de carros. As outras faixas se mantém livres para quem seguirá o fluxo da pista.

O que mais fizemos por lá:

Conhecemos o quiosque das 12 tribos, uma comunidade que vive como os primeiros discípulos de Jesus e que trabalham comercializando alimentos orgânicos. Você já deve conhecer os chás deles que são vendidos em farmácias de manipulação por Sao Paulo. Os sanduíches em pães artesanais e as bebidas à base de chá nutriram nosso corpo e nossa alma. Além disso, batemos um papo supergostoso com um dos integrantes da comunidade que nos recebeu com muito amor e falou sobre seus costumes. Indicamos essa programação. No estado de São Paulo há uma comunidade localizada em Itapecerica da Serra e às sextas-feiras há uma celebração bem bonita com danças e orações aberta ao público. Saibam mais detalhes no site deles.

quiosque das 12 tribos
Visita ao quiosque das 12 tribos

Também visitamos as terras de um casal de agrônomos formados pela UEL (Universidade Estadual de Londrina). Eles seguem a agrofloresta como princípio: é uma forma ancestral de cultivo da terra, com o solo sempre coberto pela vegetação, muitos tipos de plantas juntas, umas ajudando as outras, sem problemas com “pragas”ou“doenças”, dispensando o uso de venenos. Nos Sistemas Agroflorestais, encontramos uma mistura de culturas anuais, árvores perenes e frutíferas e leguminosas, além de criação de animais e a própria família de agricultores, em uma mesma área.

Sistemas Agroflorestais
Antônio Carlos Mendes e Michelle Oliveira e sua filhinha Malu

Fomos recebidos pelo Antônio Carlos Mendes e Michelle Oliveira e sua filhinha Malu de dois aninhos com a boca toda pintada de vermelho ao comer os morangos recém colhidos. Já os pais estavam com utensílios de cultivo e brinquedos embaixo do braço, eles optaram por esse modelo de vida: viver dos ensinamentos na terra. Desse laboratório de cultivos diversos, colaborativo e orgânico querem disseminar o conhecimento para mais pessoas através de palestras e consultorias no Paraná e por outros estados do Brasil.

O morango que provamos direto da terra tinha uma cor linda e o gosto era maravilhoso. O melhor: sem nenhum agrotóxico. E quando perguntamos o segredo daquela colheita linda de morangos, disseram que era por estar plantado próximo à cebola, um pesticida natural.

Na região eles já incentivaram seus vizinhos a plantarem de uma forma diferente e todos estão colhendo bons frutos.

Podemos encontrá-los nas feiras aos sábados na Vectra Store no Lago Igapó, alé, de trabalharem com entregas de cestas semanalmente.

Outro local que conhecemos na região foi uma pastelaria bem charmosinha e com ambiente sofisticado comparado às nossas pastelarias de São Paulo.
O diferencial deles é o pastel gelado. Pastel doce recheado com sonho de valsa ou doce de leite, coberto com calda gelada de chocolate e acompanhado com uma bola de sorvete de creme.

Gostamos muito da cidade de Londrina e da forma acolhedora que fomos recebidos por todos. Mas tivemos que seguir viagem para cumprir nosso roteiro que tem como primeiro objetivo chegar no Ushuaia próximo a época de Natal, passando antes pelo estado do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul,  reportando o que achamos de mais legal na região.


O casal de Alphaville Claudia Soares e Lucas Freitas criaram o projeto “Mãos na Massa e Pé na Estrada” e decidiram embarcar em uma viagem de 365 dias pelo continente americano a bordo de um carro com uma cozinha completamente adaptada, apelidada de Laranja. A ideia é que, a cada parada, eles encontrem pessoas e descubram novos ingredientes locais. maosnamassaepenaestrada.com

Compartilhe
Leia mais de Claudia Soares e Lucas Freitas

Mãos na massa e pé na estrada: “Os sabores do sul do Brasil”

Nossos colunistas Claudia Soares e Lucas Freitas passaram pelo sul do Brasil...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *