9 dicas infalíveis de português

A nossa leitora Suely Marassi selecionou dicas importantes para acabar de vez com algumas dúvidas comuns da língua. Anota aí

Post dicas de português

1. Faz / Fazem

Errado: Fazem dois meses que terminei o trabalho.
Certo:  Faz dois meses que terminei o trabalho.

Regra –  No sentido de tempo decorrido, o verbo “fazer” é impessoal, ou seja, só é usado na 3ª. pessoa do singular. Em outros sentidos, o verbo fazer concorda com o sujeito.
Ex.: Eles fizeram um ótimo trabalho!
Não se fazem móveis como antigamente.

2. A / há

Errado: Atuo no ramo de seguros a 15 anos.
Certo: Atuo no ramo de seguros há 15 anos.

Regra – Para indicar tempo passado, usa-se o verbo haver. O “a”, como expressão de tempo, é usado para indicar futuro ou distância.
Ex.: Falarei com o gerente do banco daqui a cinco dias.
Ele mora a dois quilômetros do trabalho.

3. Através / por meio

Errado: Os vereadores sugerem que, através de lei complementar, os convênios sejam firmados com os municípios.
Certo: Os vereadores sugerem que, por meio de lei complementar, os convênios sejam firmados com os municípios.

Regra –  Por meio significa “por intermédio”. Através de, por outro lado, expressa a ideia de atravessar.
Ex.: Enxergava tudo através da janela.

4.  Ao encontro de / De encontro a

Errado: Os corretores de seguros estão satisfeitos, porque a atitude do governo veio de encontro ao que desejavam.
Certo: Os corretores de seguros estão satisfeitos, porque a atitude do governo veio ao encontro do que desejavam.

Regra –  Ao encontro de dá ideia de harmonia; De encontro a dá ideia de oposição.
No exemplo acima, os corretores de seguros só podem ficar satisfeitos se a atitude do governo vier ao encontro do que desejam.

5. Ao meu ver / A meu ver

Errado: Ao meu ver, o Congresso foi um sucesso.
Certo:   A meu ver, o Congresso foi um sucesso.

Regra – “Ao meu ver” não existe.

6. Senão / Se não

Errado: Nada fazia se não chorar.
Certo: Nada fazia senão chorar.

Regra – Senão significa “a não ser”. Se não é usado nas orações subordinadas condicionais.
Ex.: Se não chover, irei ao cinema.

7. Visar / Visar a

Errado: Ele visava o cargo de diretor.
Certo:   Ele visava ao cargo de diretor.

Regra – O verbo visar, no sentido de almejar, pede a preposição a. Obs: Quando anteceder um verbo, dispensa-se a preposição “a”.
Ex.: Elas visavam conhecer Paris.

8. Implicar / Implicar com

Errado: A crise econômica  implicou em várias demissões de funcionários.
Certo: 
A crise econômica implicou várias demissões de funcionários.

Regra –  No sentido de acarretar, o verbo implicar não admite preposição. No sentido de ter implicância, a preposição exigida é com.
Ex.: Ela sempre implicava com a amiga.

9. Somos / Somos em

Errado: Somos em cinco corretores de seguros na empresa.
Certo: 
Somos cinco corretores de seguros na empresa.

Regra –  Não se deve empregar a preposição “em” nessa expressão.

Suely Marassi de Aguiar é professora de Comunicação Oral e Escrita em empresas brasileiras.

Compartilhe
Escrito por
Leia mais de vero

Santana de Parnaíba vai reprisar pela internet espetáculo Drama da Paixão do ano passado

Será nesta sexta, dia 10, e sábado, 11, às 20h, na página...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *