Artista de Alphaville Bruno Portella expõe em cinco lugares diferentes do mundo

Em entrevista, Bruno Portella fala sobre sua carreira e conta detalhes de como será a nova exposição “ArtWeek”, que começa dia 14 de agosto no Alphaville Tênis Clube

Ele já participou da pintura do letreiro de Alphaville, fez exposição no Museu de Barueri e no Iguatemi Alphaville, e agora, suas obras estão em mostras que acontecem em diferentes lugares do mundo. Neste ano, em junho, Bruno Portella, também participou de uma competição de arte na Holanda, e adivinha? Foi campeão! Conversamos com o morador do bairro para entender o momento que ele considera ser “o melhor de sua carreira”. Confira!

Atualmente, onde suas obras estão expostas?
Estou com cinco exposições muito especiais: “The Forgotten”, uma individual na Sweet Bob Gallery em Amsterdam; “Arte sem Fronteiras” uma coletiva no Palacete da Casa da Guia em Cascais, Portugal; “Brazilian Art in Miami 2” uma coletiva na Art&Design Gallery em Miami e as obras expostas no Memorial da América Latina, em São Paulo. Além disso, em agosto estreia a exposição coletiva “ArtWeek”.

Esta é a que acontece em Alphaville, no ATC, é isso?
Sim, a exposição estreia dia 14 de Agosto, e chama-se “ArtWeek”: um encontro inédito, que além de mim, reúne os artistas Paula Portella, que é minha irmã, Ricardo Muñoz, AlemãoArt e Rogério Pedro. Traremos obras que discutem aspectos da sociedade atual de uma maneira colorida, conceitual e contemporânea. A ArtWeek fica em cartaz até 28 de agosto na Galeria de Arte do Alphaville Tênis Clube.

E como foi participar do ArtBattle Amsterdam, na Holanda? De que maneira aconteceu tudo isso?
O ArtBattle é uma batalha de arte onde os artistas tem 20 minutos pra pintar uma obra e quem elege o vencedor é o público. Ela já existe há 15 anos no Canadá, há 3 anos no Brasil e em junho desse ano chegou a Holanda, onde eu fui o campeão. Foi muito legal representar o Brasil e voltar com esse resultado. O convite foi uma surpresa muito legal: recebi um telefonema, no qual, disseram terem conhecido meu trabalho no ArtBattle Brasil e que gostariam que eu fosse o convidado internacional da primeira edição do ArtBattle Amsterdam. Demorou uns dias pra cair a ficha. Eu já participei de algumas edições do ArtBattle Brasil e fui vencedor de duas edições do ArtBattle Lounge.

Diria que este é o seu ano?
Com certeza este é o melhor ano da minha carreira, mas ainda tenho que trabalhar muito e evoluir muito para poder dizer isso de algum ano que ainda virá. O que está acontecendo é o reconhecimento de um trabalho feito com alma. Faz todo o esforço valer a pena.

Qual o seu maior sonho como artista?
Gostaria de ver o brasileiro tendo muito mais acesso a arte e a cultura, indo mais aos teatros, cinema, shows, exposições de arte e até mesmo investindo em arte. Acredito muito que o Brasil que queremos só virá com cultura e educação. A arte tem papel crucial nesse processo.

 

Compartilhe
Leia mais de Gabriela Ribeiro

Atleta de Alphaville é bronze em competição mundial de stand up paddle

Tuca ganhou a medalha no ISA World SUP and Paddleboard Championship, que...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *