Bia Garbato: “Quando mais é mais”

A casa é um ser vivo e precisa de cantos novos, porque nós precisamos de experiências novas.

Sempre que me mudo tenho a oportunidade de pôr em prática meu gosto por decoração e jurar que dessa vez serei minimalista. Mas, são tantas peças herdadas e garimpadas, que conquistei o apelido de “lixeira” na família. A cadeira dourada que está pendurada na parede foi da minha bisavó, pois já não aguenta mais que alguém se sente nela.

Gosto tanto de cores, que não consigo simplesmente pintar a casa de offwhite só para aumentar o espaço. E diminuir a alegria, pode? Os instrumentos têm destaque na sala de estar: pianos, flautas, bateria e acabo de pendurar 4(!) instrumentos de cordas do meu filho. Esbarrar num instrumento nos sugere tocá-lo e uma casa com música tem muito mais vida. Temos espaço para escrever, porque tem vista para a mata, espaço para mexer com fotos, porque a luz é boa, cantinho para pintar, para brincar, para fazer sujeira e por aí vai.

Já tivemos um sofá na cozinha. Hoje temos uma mesa com cadeiras no quarto. Subverter a lógica móvel/ ambiente gera usos criativos e momentos incríveis! Como jantar no quarto, como se estivéssemos num hotel. Ou deitar no sofá e assistir alguém cozinhar como se fosse um programa culinário da GNT.

Um lar para mim precisa ter calor, aconchego, alma e história; tanto quanto estética, luz e ventilação. Minha casa tem um passa pratos redondo, um paredão roxo, um muro amarelo gema, uma vassoura de bruxa atrás da porta (para os dias de rodízio), altares que misturam santos, Budas e Beatles. E, claro, estou sempre querendo reformar. A casa é um ser vivo e precisa de cantos novos, porque nós precisamos de experiências novas. Meu marido diz que minha atividade favorita é arrastar móvel no domingo de manhã. Amo tanto minha casa que confesso que às vezes não tenho vontade de sair dela. E minimalismo definitivamente não é o meu estilo.


Bia Garbato é cronista, publicitária e locutora. Ela escreve semanalmente no site da Jovem Pan e no seu Instagram. Leia @biagarbato

Compartilhe
Escrito por
Leia mais de Bia Garbato

Bia Garbato: “Quando mais é mais”

A casa é um ser vivo e precisa de cantos novos, porque...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *