Bob Wollheim: “A gente precisa sonhar nosso país”

Ir embora do Brasil? Parece que paramos de nos importar, ligamos o modo sobrevivência, e estamos achando que é assim mesmo que as coisas funcionam

Uma coisa que tenho observado – e ouvido de algumas pessoas – que nosso maior mal não é o governo x ou y, o delator fulano ou ciclano ou o candidato mais direitista ou o mais esquerdista.

O grande problema é que parece que paramos de nos importar, ligamos o modo sobrevivência, e estamos achando que é assim mesmo que as coisas funcionam. Em resumo, deixamos de sonhar o nosso país!

Passamos a sonhar ir embora ou a nossa vida pessoal individual.

O ano acabou e queria então fazer um pequeno convite: reflita sobre o que eu disse acima.

Veja se você é um dos que deixou de sonhar nosso país e, se sim, repense isso.

Observe se você passou a fazer parte daqueles que só dizem que a solução é ir embora, é o aeroporto, e, se você está lendo isso é porque ainda não foi, veja se isso não está matando seus sonho de país.

Veja se, como defensiva, você não passou a ser cada vez mais individualista, pensando apenas em sua família e em você mesmo e abandou qualquer sonho grande de mudar nosso país.

Você que me lê é parte da elite que constrói (e destrói) o país.

Reflita.

Repense.

Reavalie.

E resonhe nosso país.


Gostou desta coluna?
Leia mais aqui!

 

Compartilhe
Escrito por
Leia mais de Bob Wollheim

Bob Wollheim: “O melhor do Brasil é o brasileiro”

Vivemos momentos intensos, seja economicamente, seja politicamente e diria até que, principalmente,...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *