Bob Wollheim: Vale cada um de nós iluminar

Talvez a gente esteja tão, mas tão no fundo do poço desse buraco em que nós mesmos nos metemos, que a saída pode estar à vista

Vivemos tempos tensos, intensos e conturbados. Muita gente acredita que estamos em um momento de exceção; outros que, pela primeira vez, justiça está sendo feita no país. Quanta dicotomia. Seja onde estiver a verdade, vivemos tempos egoístas, autocentrados e autorreferentes. E não adianta dizer que é culpa da internet. Ela até pode ter algum efeito em nós, mas o fato real é que nós é que somos o efeito da internet. Ela nada mais é do que a nossa cara, nua e crua. Se você acha que você ficou “assim” pela internet, sinto lhe informar que, ao contrário, você já era assim, e a internet ficou assim por sua causa!

Independentemente de concordar comigo, o fato fatado, como adorava dizer minha avó Irma, é que os tempos são mesmo intensos, tensos e conturbados e autocentrados. Vale refletir. Vale acalmar. Vale ponderar. Vale pensar. Vale não brigar. Assisti outro dia a uma palestra genial do economista Eduardo Giannetti da Fonseca que versava sobre nosso Estado patrimonialista (os governos são feitos para defender os governos, e não os cidadãos, desde que por aqui os portugueses aportaram), um Estado que drena 40% da nossa renda e não consegue proporcionar o mínimo de qualidade de vida para uma enorme parcela dos habitantes do país.

Ele entende a Lava Jato como um grande momento do país (compara ela à redemocratização e ao controle da inflação) e acha que talvez a gente esteja tão, mas tão no fundo do poço desse buraco em que nós mesmos nos metemos, que talvez a saída esteja à vista. Para terminar sua fala, um tanto quanto pesada e pessimista, Giannetti lançou mão de uma frase do poeta Fernando Pessoa: “Extraviamo-nos a tal ponto, que devemos estar no bom caminho”. Vale refletir. Vale acalmar. Vale ponderar. Vale pensar. Vale não brigar. Vale cada um iluminar a si mesmo, aos próximos e a nosso país.

Compartilhe
Escrito por
Leia mais de Bob Wollheim

Bob Wollheim: “O melhor do Brasil somos nós, o pior também”

Precisamos dar um basta para cada um de nós! Pros nossos jeitinhos...
Read More

COMENTÁRIOS

  • Thursday’s match ended 1-1 as 10-man Atletico Madrid battled back to earn a draw against Arsenal at the Emirates courtesy of Antoine Griezmann’s late strike. Atletico Madrid and Arsenal hit with UEFA charges as Diego Simeone insults match official while home fans set off fireworks following goal

    https://bit.ly/2JCArSc

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *