Com restrições, bares, restaurantes e parques podem ser reabertos em Barueri

Os parques municipais de Barueri (Dom José, Taddeo Cananéia e Ecológico Tietê Barueri) e o Viveiro municipal reabriram nesta quarta

Por meio de um decreto publicado no Jornal Oficial desta quarta (8), o prefeito Rubens Furlan autorizou a retomada de outras atividades econômicas na cidade, como bares, restaurantes e salões de beleza – de acordo com a fase 3 (amarela) do Plano São Paulo.

O atendimento ao público pelos estabelecimentos deve ser feito com horários alternativos de funcionamento (escalas diferenciadas de trabalho) com a jornada reduzida para, no máximo, oito horas diárias, e com limitação de entrada e permanência de pessoas a 40% da sua capacidade, mesmo em áreas externas ou abertas, realizando o controle de acesso, por senha, contagem ou outra forma correlata. “O descumprimento do disposto neste decreto sujeitará o infrator à cassação do alvará de funcionamento e interdição do estabelecimento, sem prejuízo de outras sanções legais”, diz o decreto.

Reabertura de parques

Os parques municipais de Barueri (Dom José, Taddeo Cananéia e Ecológico Tietê Barueri) e o Viveiro municipal também reabriram nesta quarta, com medidas sanitárias e de distanciamento social, no horário das 8 às 17h, de segunda a sexta-feira.

A entrada nos ambientes será monitorada com aferição da temperatura de todos os frequentadores, caso alguém apresente febre, será aconselhado a procurar atendimento médico. Será disponibilizado álcool em gel 70% para uso de todos e não está autorizado o ingresso sem o uso de máscara.

Os parques passam a funcionar com apenas 50% da capacidade máxima. Os usuários e servidores devem manter um distanciamento entre si de um metro e meio, evitando ações que gerem contato físico como cumprimentos e abraços.

As atividades coletivas em ambientes como quadras, quiosques, palcos ou arenas, que possam provocar aglomerações, estão suspensas. Os grupos visitantes, sejam eles de familiares ou de amigos, não serão separados, mas deverão permanecer distantes de outros grupos.

O consumo de alimentos em lanchonetes e congêneres dentro dos parques está proibido, sendo autorizadas, para evitar aglomerações, apenas a compra e a retirada do produto.

Os bebedouros foram desativados para reduzir a possibilidade de contaminação pela Covid-19, portanto, os frequentadores devem levar suas garrafas para consumo próprio ou adquiri-las nas lanchonetes, sem o compartilhamento com terceiros.

Os banheiros serão higienizados constantemente, sendo permitida a entrada de apenas três pessoas por vez no recinto.

Compartilhe
Escrito por
Leia mais de vero

6 dicas culturais para aproveitar

Confira os programas que o projeto Na.Sala selecionou para curtir em dezembro
Read More

COMENTÁRIOS

  • O fechamento das áreas de lazer, shoppings, comércio, restaurantes foi um crime contra a cidadania, uma violência constitucional ao direito de ir e vir, um ato ditatorial do governador nazista Dória.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *