Girls powers: conheça histórias de 3 mulheres fortes de Alphaville e região

Para homenagear grandes guerreiras da região, reunimos histórias inspiradoras

1. Edi Reis, 52 anos

O pole dance já não é uma das modalidades de dança mais populares. Imagine, então, como pode ser difícil chegar a ser tricampeã brasileira de Pole Sports e segunda melhor atleta no Mundial de Amsterdã em 2017. Detalhe, aos 52 anos. Essa é Edi Reis, com muito orgulho. “Sofri muito preconceito, principalmente pela minha idade. Mas deixei tudo isso de lado e me tornei uma referência brasileira e mundial na modalidade.” Dona de uma escola na região, ela começou aos 42 anos, para se exercitar, e não pretende parar.

2. Maria Cristina Juliani, 54 anos

Aos 46 anos, a moradora de Alphaville Maria Cristina Juliani descobriu um câncer de mama. Após um tratamento duro, foi na corrida que ela encontrou uma forma de dar a volta por cima. Hoje, com 54 anos, corre todos os dias e já participou de várias provas, entre elas, duas meias maratonas e a Volta da Pampulha, em Belo Horizonte. “O esporte me ajudou na motivação pela vida, e fiz grandes amigos. Apesar de ter sido um momento triste, a doença me ensinou muitas coisas boas, como ter disciplina e valorizar a família.”

3. Maria Regina Almeida Piquini, 61 anos

Como superar a dor de perder dois filhos? Ajudando o próximo! Essa foi a escolha de Maria Regina Almeida Piquini, 61 anos. O trabalho voluntário esteve presente na vida da moradora de Alphaville desde criança. Em 1997, ela fundou a “Associação Comunitária Vida Melhor”, em Carapicuíba, que passou a se chamar Núcleo assistencial “Irmãos Wilsinho e Fabiano” em homenagem aos filhos. Por lá é realizado um trabalho com pessoas carentes, com terapias alternativas e trabalho espiritual. “Na verdade, não ajudo as pessoas, nos ajudamos uns aos outros.”

Compartilhe
Escrito por
Leia mais de Beatriz Bononi

Websérie Real Burger – episódio 1: Tudo em um só lugar

O Real Burger lançou a websérie "OPEN", com 10 vídeos, para contar um pouquinho...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *