Continue a nadar

Comandar uma empresa ou competir em provas de natação de alta performance? Marcelo Willer escolheu os dois

marcelo-willerPresidente da Alphaville Urbanismo há cinco anos, como executivo, Marcelo Willer, de 53, tem um dia a dia dinâmico e rodeado por pessoas. Já como nadador, seu lado B, a rotina é solitária: apenas a água e o relógio o cercam. O executivo, que hoje disputa provas de alta performance no mar, começou a nadar e a competir nas piscinas com 11 anos de idade. “Desde cedo aprendi a ter disciplina, e isso foi um fator muito importante na minha formação. Foi do esporte que adquiri a capacidade de perseverar, de não desistir e de enfrentar o cansaço”, conta. Pelo menos duas vezes por ano, ele participa de competições de longa duração (cerca de 4 km) em lugares como Copacabana e Ilhabela. Nesta última, inclusive, foi que sentiu mais dificuldade. “Estava muito frio e decidi fazer a prova sem a roupa adequada. Foram 45 minutos de tensão, mas consegui concluir.”
Para ter um bom desempenho, é sagrado treinar de segunda a segunda: “Em geral, treino na hora do almoço, na academia perto do escritório. E essa parada só me traz ganhos. Volto energizado, me sentindo muito bem, o que dobra meu desempenho no trabalho”, conta. Quando jovem, vencer – ou pelo menos ficar entre os três primeiros – era um dos seus principais objetivos, mas com o tempo, a competição perdeu o peso e se tornou diversão. “Se eu não alcançar um bom resultado, não tem problema. Consegui, tanto na natação como no trabalho, ter uma relação mais prazerosa. Raramente fico nervoso no trabalho, e na natação muito menos”, conclui.

Foto: Rogério Alonso

Compartilhe
Leia mais de Gabriela Ribeiro

Você gosta de jazz? Neste fim de semana acontece o Festival de Aldeia da Serra

Confira a programação do festival que reúne shows, workshops e gastronomia em...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *