Incrível Vietnã

A nossa colunista Camila falou um pouco sobre sua experiência na cidade. Veja as dicas

vietna-2
O Vietnã é um país de superstições: cobras e escorpiões preservados em garrafas de uma espécie de destilado prometem uma série de benefícios aqueles que ousarem beber, olhos vigilantes pintados nas proas dos barcos de madeira servem para guiar o barco e protegê-lo de monstros e maus espíritos, e durante os dias em que se celebra o ano novo lunar – o Têt, festival mais importante do país que acontece entre meados de Janeiro e início de Fevereiro – varrer a casa significa varrer da sua vida toda a sua boa sorte…melhor não arriscar!

Mas uma tradição da qual você pode participar nessa época é o festival das lanternas em Hoi An, uma antiga cidade portuária e patrimônio mundial da UNESCO, dona de um charme sem igual. Às margens do rio Hoai você pode comprar lanternas de papel onde se acende uma pequena vela antes de colocá-las para flutuar no rio. Cada lanterna representa o desejo de um próspero ano novo e o efeito das lanternas acesas flutuando na água é realmente mágico. Durante as celebrações você também pode esperar encontrar muita música e lindas flores enfeitando cada pedacinho da cidade.

Para recarregar as energias, um passeio na tranquila ilha Cam Kim vai te recompensar com lindas paisagens e diversos produtos artesanais – de peças de madeira a barcos e tapetes feitos à mão, você vai se deslumbrar com tanto talento. Encontramos uma senhora que fabrica barcos que são na verdade como grandes cestas e até nos deixou dar uma voltinha neles – chamados Thung Chai, são feitos de bambu e selados com uma resina de óleo de coco. Alguns momentos depois conhecemos um senhor que trabalha com mosaicos de madrepérola em peças de madeira artesanais, uma verdadeira arte que está na família há 5 gerações. Interagir com os moradores é sempre garantia de experiências fascinantes!

dsc_0120-1A culinária é uma ótima maneira de aprender sobra a cultura local – e se deliciar no processo! Uma aula normalmente envolve uma visita a uma feira para aprender a escolher a carne mais fresca e conhecer as diversas ervas, frutas e legumes da região. Entre itens tradicionais como frutas e legumes, você vai encontrar também sapos e insetos prontos para serem consumidos – a visita a esses mercados são uma experiência única em si só. Depois de comprar os ingredientes é hora de colocar a mão na massa e preparar deliciosos pratos como a sopa Pho Bo e Goi Cuon, deliciosos enroladinhos de camarão e arroz.

Em Hoi An não perca a oportunidade de visitar o restaurante An Bang Beach Village. Ele fica pertinho da praia e oferece, além de comidinhas deliciosas, um serviço estelar e a possibilidade de um jantar romântico na praia! Lá você também pode fazer aulas de culinária – vale a pena conferir! Outro lugar que não pode deixar de fazer parte de uma viagem ao Vietnã é o delta do rio Mekong, uma região fascinante onde você pode passar o dia visitando mercados flutuantes e experimentando frutas deliciosas e exóticas antes de voltar para seu hotel para assistir de camarote a um maravilhoso por do sol enquanto observa o movimento dos barcos no rio.

O hotel Mekong Riverside Boutique Resort Spa oferece bangalôs na água com uma vista fantástica do rio. Com seus incríveis campos de arroz, mercados flutuantes, comida deliciosa e uma complexa história de ocupações ao longo dos anos, o Vietnã é um destino fascinante e que merece ser explorado. Dicas: An Bang Beach Village – restaurante perto da praia em Hoi An que também oferece aulas de culinária. Cam Kim – ilha para conhecer um pouco do lado rural e artesanal do Vietnã. Mekong Riverside Boutique Resort Spa – para lindas vistas do rio Mekong.

dsc_0576
vietna-1


Dicas

An Bang Beach Village – restaurante perto da praia em Hoi An que também oferece aulas de culinária

Cam Kim – ilha para conhecer um pouco do lado rural e artesanal do Vietnã

Mekong Riverside Boutique Resort Spa – para lindas vistas do rio Mekong

Confira mais dicas no site: www.thetravellinglife.com

Camila D’Avilla é psicóloga, professora, intérprete, tradutora e fotógrafa de alma livre. Junto com o marido e a filha, de 8 anos, Camila esteve em 55 países nos últimos dez anos – e morou em três deles.

Compartilhe
Escrito por
Leia mais de Camila D Avilla

Paris: as surpresas de Montmartre

Desvende um pedacinho de Paris e confira dicas para curtir a sua...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *