Juliana de Lacerda Camargo: “Como está sua organização e saúde?”

A alimentação, o sono e o exercício estão diretamente ligados às funções fisiológicas e emocionais. Eles impactam a nossa energia, neurônios e mais

À medida que trabalho com os mais diferentes tipos de pessoas e objetivos, vejo que há dois aspectos que impactam muito nos avanços: a organização das pessoas e o quanto elas tomam conta de sua saúde.

Já vi líderes trabalhando em sua capacidade de gerenciar pessoas descobrindo que, em grande parte, a dificuldade que tinham em se comunicar, capacitar a equipe e acompanhar trabalhos estava diretamente relacionada a um passo anterior: sua própria organização.

Da mesma forma, vi pessoas trabalhando em desenvolvimento de habilidades de negociação com seus avanços diretamente impactados pelas poucas horas de sono, a má alimentação ou o excesso de atividade mental.

O propósito desse post é menos discorrer a respeito de cada um desses fatores, mas mais trazer uma consciência a respeito do impacto que eles podem ter em seus objetivos e crescimento.

Um padrão que percebo nas pessoas com menor organização é um grande jogo de cintura e capacidade de improvisação; mas ao mesmo tempo muitas vezes há uma sobrecarga mental e uma grande falta de clareza quanto a prioridades e até mesmo metas. Quanto não temos clareza do que pensamos e queremos, tudo o que se segue dali é diretamente impactado, como um efeito dominó.

A questão de saúde é largamente defendida por todo mundo, mas pouco respeitada na prática – até mesmo por médicos, que são campeões em não fazer o que recomendam… (fica aí o recado para meus amigos médicos, rs). A alimentação, o sono e o exercício estão diretamente ligados às funções fisiológicas e emocionais. Eles impactam a nossa energia, nascimento de neurônios, ativação de circuitos neurais, liberação de neurotransmissores… ou seja, é real.

E para cada pessoa há uma realidade única a respeito de saúde, limites, e mesmo de organização e o quanto é necessário para que a pessoa flua melhor. E como a ideia desse post é alertar, deixo três exercícios de autopercepção:

  1. Perceba suas necessidades de sono, alimentação e exercício. Quais são os limites e fontes que funcionam especificamente para você.
  2. Perceba sua própria clareza a respeito do que quer nas mais diversas situações e quão organizados estão seus pensamentos em geral.
  3. Perceba sua organização pessoal e o quanto isso tem impactado direta ou indiretamente nos pontos que mais precisa desenvolver hoje.

A autopercepção é o início de todo processo de desenvolvimento. Hoje quero deixar esse alerta. Há dois pontos importantes que afetam a maioria das pessoas. Está na hora de perceber como isso tem impactado a sua vida, para que depois pense o que deseja fazer a respeito.

É isso aí.

Compartilhe
Leia mais de Juliana de Lacerda Camargo

Juliana de Lacerda Camargo: “Como está sua organização e saúde?”

A alimentação, o sono e o exercício estão diretamente ligados às funções...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *