8 lugares para visitar em Santana de Parnaíba

Fundada em 1580 por Suzana Dias, neta do cacique Tibiriçá, a cidade se tornou ponto de partida das bandeiras. Reunimos aqui alguns pontos turísticos que você precisa conhecer

  1. Igreja Matriz de Sant’Ana 

    igreja matriz
    Construída no século XIX, possui piso em canela preta e altares que acompanham a antiga liturgia, anterior ao Concílio Vaticano II. Funciona todos os dias, das 8h às 17h, mas as missas acontecem de segunda a sábado, às 19h, e domingo, às 11h e às 18h30. Largo da Matriz, s/n

     

2. Praça central e Coreto Maestro Bilo

 

coreto

Até hoje continua sendo palco de apresentações musicais. Em sua volta, estão a Igreja, restaurantes e barzinhos, que são ótimos para aproveitar aos fins de semana. Já o coreto foi construído em 1892 com grades férreas transportadas por navios ao porto de Santos, e trazidos em carros de boi para Santana de Parnaíba. Praça 14 de Novembro, S/Nº

3. Casarão e Museu da Casa Anhanguera

museu da casa
Foram construídas no século XVII, tombadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional em 1958, e transformadas em Museu Histórico e Pedagógico “Casa Anhanguera” em homenagem ao bandeirante Bartolomeu Bueno da Silva “O Anhanguera”, nascido em Santana de Parnaíba. Funciona de terça a sexta, das 8h às 17h, sábado, domingo e feriados, das 11h às 17h. Largo da Matriz, 09 – Centro Histórico

 

4. Conjunto arquitetônico

 

centro-historico
O centro histórico possui 209 edificações que remetem a quatro séculos de história. Passear pelas ruas a pé é uma das delícias desse programa. As casas térreas e os sobrados foram construídos no alinhamento da rua, geminados e com beirais pronunciados como medida de proteção da taipa. Para se ter uma ideia, este é o maior conjunto arquitetônico tombado e preservado do Estado de São Paulo.

5. Monumento aos Bandeirantes 

monumento
Ao chegar na cidade, você é recebido pelo monumento que fica bem na entrada. Retrata a saga bandeirista e foi construída para homenagear os bandeirantes, o índio e o negro. Estrada dos Romeiros

6. Monumento do Frei Agostinho de Jesus

Foto: Luiz Paulo
Foto: Luiz Paulo

Ele foi um dos precursores da  arte barroca colonial e viveu em Santana de Parnaíba de 1645 a 1651. A maior parte de suas obras foi criada para as congregações beneditinas e podem ser apreciadas no Estado de São Paulo e no Rio de Janeiro. A estátua é uma obra de Murilo Sá Toledo, artista parnaibano. Largo São Bento  

7. Cine Teatro Coronel Raymundo

8cine-teatro
Além de cinema, o espaço do século XIX,  também foi palco de apresentações teatrais. No final da década de 60, o local abrigou a empresa de couro Lenhart, por quase 10 anos, mas o prédio foi desativado na década de 90. Após 18 anos fechado, foi reaberto em 2008. Atualmente, é palco de várias atividades culturais. Abre de segunda a sexta, das 8h às 18h, e aos fins de semana, de acordo com as apresentações previstas para o dia. Rua Suzana Dias, 300 – Centro Histórico, (11) 4154-4447

8. Galeria do Artista

galeria-do-artista

Foi inaugurado no ano passado, e conta com exposições de artes plásticas, esculturas, artesanato e fotógrafos do município. O espaço fica aberto de terça a domingo, das 9h às 19h. Rua Suzana Dias, 338, no Centro Histórico 

Compartilhe
Escrito por
Leia mais de Gabriela Ribeiro

Como transformar restos de alimentos em adubo: curso gratuito acontece em Alphaville

O curso de sustentabilidade acontece no Ces Alphaville e tem o objetivo...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *