Moradora de Alphaville, Janine Carvalho é a maga da ciência da computação

Executiva está entre as duas únicas mulheres vice-presidentes da multinacional Capgemini no Brasil

Moradora de Alphaville está entre as duas únicas mulheres vice-presidentes da multinacional Capgemini no Brasil

Com 52 anos, dona de uma simpatia só e de um sotaque soteropolitano gostoso, Janine Carvalho conquistou o mundo – mais especificamente, o da computação. Há 30 anos, ela se formou na Universidade Federal da Bahia em Ciência da Computação, área predominantemente masculina e bem disputada já naquela época. “Eram 30 vagas e 600 candidatos. Eu tinha 18 anos, já era mãe e ouvi muita gente dizer ‘Você não vai passar, são muitas pessoas. Tem que estudar muito, e você é mãe’, e, quanto mais eu ouvia isso, mais eu estudava”, conta. O resultado foi o 14º lugar no vestibular. Dali em diante, todas as dificuldades ajudaram a hoje moradora de Alphaville a tornar-se ainda mais forte. “Como mulher e nordestina em São Paulo, sempre tive que fazer mais do que os outros. Ouvia gracinhas, como ‘Você até que trabalha, mesmo sendo baiana’”, relata. Hoje ela é vice-presidente do setor financeiro e público na multinacional Capgemini, com um detalhe: dos 18 vice-presidentes no Brasil, só duas são mulheres. Janine ainda faz parte de grupos que estimulam a participação de mulheres na área. Mãe de três filhos, ela se enche de orgulho ao falar da carreira. “Amo o que faço e cheguei aqui pelas dificuldades e desafios que enfrentei”, conclui.

Compartilhe
Escrito por
Leia mais de Beatriz Bononi

Um dia inteiro no coworking: Orgânico oferece 15 posições gratuitas

Para comemorar evento mundial, o espaço de coworking de Alphaville tem programação...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *