Renata Nunes: “Orkut, ICQ, MSN e Chat da Uol: relembre a era vintage da internet!”

Tire a capa do seu monitor de tubo e aqueça seu modem de internet discada, pois já deu meia-noite e navegar gasta apenas um pulso! É hora de relembrarmos a era vintage da internet

Não faz muito tempo que a internet se popularizou no Brasil. Em 1988, os primeiros sinais do surgimento da internet começam a chegar em terras tupiniquins, enquanto na mesma época ela já era utilizada comercialmente nos Estados Unidos. Com este atraso, foi apenas na década de 90 que nós, brasileiros, começamos a usufruir de todo o potencial que a internet podia oferecer. Apenas quem viveu nessa época sabe a maravilha que vivemos hoje. Banda larga e fibra ótica estavam muito longe de existir. Toda a conexão era realizada via rede telefônica (dial-up). Na época, navegar era caríssimo e, para que a fatura (cobrada em pulsos por minuto) não matasse seus pais do coração, você precisava acessar a internet da meia-noite às 6h durante a semana, ou após 14h no sábado até segunda pela manhã, horários nos quais a cobrança era reduzida para apenas 1 pulso por conexão. No ano de 2006, o pulso em São Paulo custava em torno de R$0,14.

No ano de 1995, os sites de busca começavam a se popularizar, revolucionando a maneira como nós interagimos com a informação. Vivenciamos o nascimento do Yahoo!, Cadê, Altavista e, posteriormente, do Google, o qual rapidamente engoliu todos os demais, transformando-se no maior motor de busca do mundo! Falando em Google, um dos primeiros fenômenos que o Brasil realmente participou em termos digitais foi o Orkut, rede social da empresa. Repleto de comunidades, scraps e depoimentos, esta rede social – fenômeno entre os jovens no início do século 21 – teve uma vida útil de 10 anos, encerrando suas atividades em 2014.

Neste meio tempo, outros grandes fenômenos virtuais foram surgindo e, assim como o Orkut, sendo substituídos por outros e desaparecendo. Será que você se lembra deles? Preparamos uma listinha com alguns dos queridinhos que caíram no esquecimento. Confira!

Muito antes do Instagram 

Nada de filtros prontos ou stories. Quando a moda eram as câmeras digitais, sucesso era subir via cabo suas fotos para o computador, tratar no paint brush e publicar em um Fotolog ou Myspace. O processo não era nada fácil comparado com o Instagram.

Sites Famosos 

Sites de humor como o HumorTadela, Mundo Canibal e Charges.com.br (vivo até hoje!) eram febre nas empresas. Todos os dias dezenas de mensagens divertidas e correntes eram encaminhadas por e-mail e divertiam nosso dia a dia.

Sem WhatsApp 

A evolução do e-mail tradicional foi a criação de sites para bate-papo, como o Bate-Papo Uol (muitos romances saíram daqui que eu sei), e de aplicativos de chat, sendo os mais famosos o ICQ (oh-ow!) e o mIRC.

Ouvir Músicas 

Quando o Spotity não era sequer uma ideia, para ouvir músicas online você precisava utilizar o Napster (primeiro streaming de música) – enfrentar problemas com direitos autorais –, ou fazer download utilizando softwares P2P, como o e-Mule ou o Kazaa.

E aí? Ficou com gostinho de saudade? Quais sites e aplicativos ficaram faltando em nossa lista? Compartilhe conosco pelas redes sociais, antes que o tempo passe e elas se tornem vintage também!

Compartilhe
Escrito por
Leia mais de Renata Nunes

Renata Nunes: “China se converte em Black Mirror. Conheça o projeto de ‘Crédito Social'”

O projeto Sésamo tem o objetivo de transformar em game as atitudes e...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *