Sérgio Shimizu, morador de Alphaville, largou o ramo publicitário para se dedicar a arte

Sérgio já participou de concursos, exposições e já teve até uma de suas obras estampada em uma capa de revista

É no último andar da sua casa, rodeado de telas, tintas e pincéis, que Sérgio Shimizu, 70 anos, passa a maior parte do dia. Natural de Assaí, no Paraná, o artista plástico conta que o amor pela arte começou cedo: “Aprendi a pintar sozinho. Meu primeiro quadro foi aos oito anos. Aos 13 precisei ajudar em casa. Fiz pinturas em caminhões, os cartazes do cinema da cidade e, aos poucos, me tornei conhecido”, revela. Aos 19, a família e ele subiram em um caminhão pau de arara e vieram para São Paulo em busca de uma vida melhor. Aqui o morador de Alphaville, que nunca fez faculdade, fez um curso de desenho publicitário, que deu o start na sua carreira no ramo. “Trabalhei em grandes agências publicitárias e também tive duas empresas. Depois de uns anos, decidi me dedicar à arte.” Sérgio já participou de concursos, exposições e já teve até uma de suas obras estampada em uma capa de revista. Ao recordar de tudo, o artista se diz orgulhoso. “Passei por muitos perrengues, mas nunca tive medo de nada. Minha família sempre me apoiou, e o que mais quero é que meus três filhos e quatro netos tenham orgulho de mim, assim como tinha do meu avô, minha grande inspiração.”

Compartilhe
Escrito por
Leia mais de Beatriz Bononi

Ranking GPTW: as 30 melhores empresas para trabalhar em Barueri e região

Com destaque para aumento constante no número de participantes, lista da Great...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *